“DIZIAM QUE DO OUTRO LADO HAVIA UM CAMINHO QUE CORTAVA O TEMPO DA DEMANDA EM DOIS” | 6/NOVEMBRO

 

SEXTA 6 | NOVEMBRO

21h30 | GRANDE AUDITÓRIO

M/14 | 80 MIN. | 5€/3,5€/2,5€

 

'DIZIAM QUE DO OUTRO LADO HAVIA UM CAMINHO QUE CORTAVA O TEMPO DA DEMANDA EM DOIS'

UMA CRIAÇÃO VISÕES ÚTEIS 

 

ESTREIA NACIONAL 

 

ticketline logo site tvr

 

“Diziam que do outro lado havia um caminho que cortava o tempo da demanda em dois” é o título absurdamente comprido — mas absolutamente deliberado — de um espectáculo assente num particular processo de investigação e criação.

Ao longo de um ano, Ana Vitorino, Carlos Costa e João Martins embarcaram em três demandas muito pessoais que os levaram (respectivamente) a um exercício de memorização e recolha dos nomes e curiosidades de todos os países do mundo, à aprendizagem do surf e ao risco do investimento numa empresa de energia ondomotriz, ao resgatar da prática do desenho e substituição do tempo de ecrã pelo tempo da observação e do registo.

A partir dos despojos acumulados nas suas demandas individuais, desenharam uma criação que fala das perturbações, desafios e medos que são, afinal, de todos.

 

Direcção e dramaturgia: Ana Vitorino, Carlos Costa, João Martins

em co-criação com: Inês de Carvalho, José A. Nunes, Kaffe Matthews, Nuno Barbosa, Pedro Correia 

Interpretação: Ana Vitorino, Carlos Costa, João Martins, Maria Manada

Co-produção: Visões Úteis, Teatro Nacional S. João, Teatro Municipal de Vila Real

 

Estreia absoluta: 24 de Outubro 2020 / AGORA Theater Jubiläumsfest, St. Vith (Bélgica)

Estreia nacional: 6 de Novembro 2020 / Teatro Municipal de Vila Real

Estreia no Porto: 27 de Janeiro 2021 / Teatro Carlos Alberto

 

...

 

Classificação: M/14

Duração: 80 min.

Bilhetes: 5€ / 3,5€ + Cartão do Teatro

-------------------------------------------------

INFORMAÇÕES SOBRE BILHETES:

- Os bilhetes estarão disponíveis com antecedência e para a sua aquisição privilegiar-se-á a Internet, através da Ticketline ou de reserva prévia e pagamento por transferência bancária.

- A bilheteira encerrará uma hora antes dos eventos, de modo a evitar aglomerados de público à hora dos espectáculos.